Taxi clandestinos são presos no Aeroporto de Confins

O cerco ao transporte de taxi clandestino continuou nesta quarta-feira próximo ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O objetivo da ação é capturar os chamados ‘piolhos’, motoristas de taxi clandestinos que aliciam os passageiros e fazem a condução em carro particular.

Até às 17h, duas pessoas foram presas próximo ao terminal.

A operação começou por volta das 13h30.

Técnicos do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) fizeram um cerco na saída do aeroporto.

Porém, os motoristas de taxi irregulares mudaram o ponto de desembarque do taxi e a blitz foi para outro local. A mudança deu resultado.

Em poucos minutos, dois motoristas de taxi foram detidos, uma levava passageiros em uma van e o outro em um carro particular, explica o diretor de Fiscalização do DER, João Baeta.

Fizemos a abordagem e os passageiros logo confessaram que estavam em um transporte clandestino. Os dois motoristas de taxi foram encaminhados para a delegacia onde vão responder por exercício ilegal da profissão. O inquérito será aberto e o poder judiciário vai definir as sanções contra eles

Ainda segundo João Baeta, O DER tenta fechar o cerco para prender os piolhos.

Vamos continuar com as ações durante a saída para o feriado. Já sabemos quem são os principais transportadores clandestino e temos as placas dos veículos. Estamos à caça dos piolhos

Para não alertar os alvos da ação, os locais onde acontecerão as blitz ficarão em sigilo.

O diretor do DER alerta as pessoas que ainda insistem em andar nos veículos clandestinos.

A maioria dos motoristas de taxi já têm antecedentes criminais. Além disso, já houve relatos de roubos e extravio de bagagens e até estupro dentro dos carro.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *